online

***************



BRASIL , Sudeste , SOROCABA , Mulher , de 36 a 45 anos , Portuguese , Informática e Internet , Livros























Meu Humor





mandy_moore




*Link-me*









*Eu Visito*























Votação

Dê nota p/ meu blog



*Eu Ganhei*











::Indique esse Blog



01/07/2009 a 31/07/2009

01/10/2008 a 31/10/2008

01/08/2008 a 31/08/2008

01/07/2008 a 31/07/2008

01/06/2008 a 30/06/2008

01/04/2008 a 30/04/2008

01/03/2008 a 31/03/2008

01/02/2008 a 29/02/2008

01/01/2008 a 31/01/2008

01/11/2007 a 30/11/2007

01/07/2007 a 31/07/2007

01/05/2007 a 31/05/2007

01/04/2007 a 30/04/2007

01/03/2007 a 31/03/2007

01/02/2007 a 28/02/2007

01/01/2007 a 31/01/2007

01/12/2006 a 31/12/2006

01/10/2006 a 31/10/2006

01/09/2006 a 30/09/2006

01/08/2006 a 31/08/2006

01/07/2006 a 31/07/2006





Visitas





Créditos



 
Inúteis Súplicas
Watfa

O grito que jorra de tua boca
volta pra ti, no som que ecoa.
Arranha tua garganta já oca,
 ruge dentro de ti, qual leoa!
Escancarada boca que expele
apelos vis, dramáticos, secos,
que me chegam mudos à pele.
Tu te jogas, joelhos nos becos,
 escorrendo rubros, em feridas...
 Não vês o quão inútil é teu apelo;
inexorável o apartar de nossas vidas.

Postado por Má Oliveira às 15h30
Deixe uma mensagem

*

Postado por Má Oliveira às 15h12
Deixe uma mensagem

 

 

Ainda te amo ! Má Oliveira

 Ainda posso sentí-lo chegando bem cedinho,
assobiando baixinho, pra me acordar...
Então, deitavas em meu leito,
me aconchegas em teu peito,
e começas a me embalar...
falando baixinho, da gente se casar...
E se eu duvidava,
Me davas um sorriso maroto,
te tornavas meu garoto,
me fazendo acreditar

Por fim a união surgiu...
Tornei-me dona de teu corpo viril,
dos teus beijos macios,
de teu jeito carinhoso,
que me provocava arrepios...

Entre juras e promessas
Nossa família surgiu.
Dizia que pra sempre ao meu lado ficaria
Então... com a morte você partiu...
Deixando a agonia
desse amor que não te seguiu...
e vive forte em meu peito,
Da mesma forma que surgiu...
 
Publicado no Recanto das Letras em 01/03/2007 - Código do texto: T397367

Postado por Má Oliveira às 15h02
Deixe uma mensagem

Recadinho

Conselhos da Sogra Má - Oliveira

Eu tô aqui pra te aconselhar, se eu fosse você tratava de me escutar, depois não adianta chorar, a coisa é bem simples, vou tentar te passar e faço pelo amor que lhe tenho, afinal, pra família você vai entrar.

Na hora que ele chegar em casa, jogar o tênis na sala e a meia fizer voar, você se ajoelha pra catar, e se tiver cheirando chulé, trate de disfarçar, nem pensar em reclamar.

A roupa no banheiro, pelo chão vai ficar, mas você recolhe tudinho, é bom pra você se exercitar, já que abaixou,aproveita e limpa os cantos, não deixe nada embolorar.

Se ele te pedir uma cerveja, trate logo de buscar afinal, ele trabalhou, merece descansar você não faz nada mesmo, seu emprego é facinho e se depois você cuida da casa, lembre-se que é o seu ninho.

Deixe seu marido sossegadinho, não tem nada de errado ele ver um futebolzinho.

Se ele reclamar do jantar, não seja preguiçosa e trate de levantar, deixe seu prato esfriando e faço o que ele desejar, afinal, coitadinho, ele tem que se alimentar, nada mais justo que seja com aquilo que ele gostar.

Nos finais de semana procure a generosidade praticar, deixe-o sossegado com os amigos, quando todos forem embora, você corre a casa arrumar, e limpa bem o tapete da sala, é lá que eles costumam amendoim e cerveja derramar.

Na sexta tarde da noite, quando da farra ele chegar, trate de estar bem arrumada, ele pode querer namorar, se ele deitar e dormir, pegue um terço e vá resar.

Bem, amada norinha, agora que já te expliquei como meu filho tratar, penso que já podem se casar e se não estiver bom pra você, não precisa se preocupar, manda ele pra casa voltar. aqui ele não tem essas mordomias,mas amor não vai faltar. mas se meu menino vier reclamar de ti... a guerra vai começar, experimenta meu bebê magoar.

Postado por Má Oliveira às 14h56
Deixe uma mensagem