online

***************



BRASIL , Sudeste , SOROCABA , Mulher , de 36 a 45 anos , Portuguese , Informática e Internet , Livros























Meu Humor





mandy_moore




*Link-me*









*Eu Visito*























Votação

Dê nota p/ meu blog



*Eu Ganhei*











::Indique esse Blog



01/07/2009 a 31/07/2009

01/10/2008 a 31/10/2008

01/08/2008 a 31/08/2008

01/07/2008 a 31/07/2008

01/06/2008 a 30/06/2008

01/04/2008 a 30/04/2008

01/03/2008 a 31/03/2008

01/02/2008 a 29/02/2008

01/01/2008 a 31/01/2008

01/11/2007 a 30/11/2007

01/07/2007 a 31/07/2007

01/05/2007 a 31/05/2007

01/04/2007 a 30/04/2007

01/03/2007 a 31/03/2007

01/02/2007 a 28/02/2007

01/01/2007 a 31/01/2007

01/12/2006 a 31/12/2006

01/10/2006 a 31/10/2006

01/09/2006 a 30/09/2006

01/08/2006 a 31/08/2006

01/07/2006 a 31/07/2006





Visitas





Créditos



Dedicado a linda estória de amor da amiga Clélinha

Enfim Maria

Má Oliveira

Bastou um encontro leve, quase furtivo, com a graça do teu olhar expressivo

pra se tornar um ato repetitivo, instintivo, necessário.

Reação automática, fugir, te repelir. Me proteger.

Te agredi. Por susto... Medo de não resistir

Instalou-se em mim uma saudade insistente, por vezes impertinente, absurda!!

Teu jeito moleque encravado em mim.

Meu pleito inflado por uma saudade incoveniente.

Exigente.

Fazendo sofrer.

Eu, apavorada, clamando pelo meu bom senso.

Em meu ringue interior, uma batalha sangrenta travou-se...

Meus principios arranhados. Meus tabus afrontados

Meu coração com tua imagem tatuada.

Eu ferida. Assustada !! Doendo demais...

Sentimento indefinido, me encantando!!

A necessidade de ti me incomodando

Um desejo único me comandando

A incompreensão me freando...

O primeiro beijo... me domando.

Tudo tão rápido, confuso... tão bom...

Repleto de temores

Regado de tremores

Naquela madrugada, (eu) despudorada

diante da platéia de estrelas (alucinada)

aceitei a mutação.

A lua nossa cumplice, enlaçando-nos, sorria

para assim formarmos, fora da constelação de Órion,

as mais novas três Marias

Postado por Má Oliveira às 12h08
Deixe uma mensagem

Como se perde um amigo ?

Má Oliveira

Dedicado à todos aqueles que, de alguma forma fui omissa, enquanto eram injustiçados. Me perdoem.

Perde-se um amigo por culpa sua mesmo.

Porque você errou com ele, você o compreendeu demais, perdoou demais, relevou demais...

Você impediu que ele fosse um ser humano melhor, você permitiu que ele continuasse mentindo,

você se calou.... você deixou ele difamar inocentes,se omitiu...

Você o viu ferir pessoas queridas e nada fez

Quando alguém corrigia seu amigo você punha "panos quentes"

você o viu clamar por uma justiça a que não faz jus ... e aplaudiu...

você tirou de seu amigo a chance de ser diferente,

dele deixar de ser uma pessoa mesquinha e fútil...

com isto você contribuiu pra que ele continuasse a ser essa pessoa insensível,

que a muitos de boa fé explora e que de corações puros se aproveita...

Mas você não cobrou isso dele,

Assim... em silencio... pactuou com estes erros ...

Perde-se um amigo, no exato momento em que reconheces que ele não é teu amigo.

Isto ocorre no momento em que, não suportando mais as diferenças de princípios morais,

você o exclui de sua vida.

Dói muito.... mas você se sente mais leve... digna...

Postado por Má Oliveira às 11h53
Deixe uma mensagem

 

ABORTO

 Má Oliveira

 Te arrancarei de minha mente,

de minha vida ...

Me punirei a cada saudade tua.

 Rasgarei tuas cartas, teus retratos,

na tola busca de apagar os fatos...

 Pisotearei meus sentimentos,

cuspirei em nossos belos momentos,

esmurrarei cada carência

que sentir de ti...

 Te amputarei de meu corpo,

como a um membro cancerígeno,

para minha dor tentar aliviar ...

 Sufocarei com os argumentos da razão,

Cada tola emoção que quiser despertar...

 Tirarei você de mim,

não tenho outra opção...

Tenho que abortar esta paixão...

 Momento de decidir

Entre a dignidade e o coração...

Postado por Má Oliveira às 00h34
Deixe uma mensagem